Feira do Livro da USP 2012 e Livros do Itaú

8 Nov
Arrigo brinca com os livros

Aqui, o Arrigo, na época com apenas 8 meses, brincando com os livros do irmão

Gostamos de livros. E desde que postei o vídeo do Loretto declarando sua paixão pelos livros velhos, com pintas amareladas nas laterais das páginas, recebo mensagens e comentários em que as pessoas perguntam como tornar o seu filho um leitor. Não sei muito bem. Mas eu posso contar como as coisas aconteceram aqui em casa (e continuam acontecendo com o Loretto e com o Arrigo).

1) Leio para o Loretto e para o Arrigo desde que eles têm…dias de nascimento. Lia ao lado do berço, lia com eles deitadinhos na cama enquanto tomavam sol (bate sol na minha cama de manhã…privilégio!), lia para eles enquanto mamavam no peito. Nesta época, em que para eles importava apenas o som da minha voz e a minha imagem com um livro na mão, eu lia qualquer livro e em voz alta, não só livros infantis. Loretto mamou ao som de frases de Simone de Beauvoir, “Tous les hommes sont mortels”… Lia (e ainda leio) no carro: enquanto o Maurício dirige, eu fico ao lado deles nas cadeirinhas e leio. Conforme eles crescem, os livros passam a ser prioritariamente adequados as suas idades, a interação com as ilustrações torna-se fundamental. Mas, não raro, o Loretto nos pede que leia trechos dos “livros de gente grande que estamos lendo” antes de ele dormir. Então, por exemplo, neste exato momento, ele acompanha o livro Bodas de Sangue, de Federico Garcia Lorca, com o Maurício… E o Arrigo, que só tem dois anos, está lá com eles, na cama, igualmente ouvindo os dramas de amor de Leonardo…

2) Aqui em casa, livro está sempre à mão. Livro é para ser manuseado, o tempo todo e sem a minha permissão. Isso requer desprendimento porque algumas páginas serão rasgadas outras serão riscadas. Não faz mal. Eu “restauro” na frente deles e ensino, a partir do ocorrido, que os livros devem ser bem tratados. E, conforme a paixão e o respeito pelos livros vai aumentando, esses “pequenos atos de vandalismo” ocorrem menos e menos. Nossos livros ficam de propósito em prateleiras baixas ou estantes no chão. E, no quarto dos meninos, os livros infantis ficam junto com os brinquedos. É meio bagunçado. Mas já assumi o caótico como parte da nossa vida e pronto…a foto mostra bem isso. Não existe espaço da brincadeira e espaço de leitura. Brincadeira também é leitura e leitura também é brincadeira.

Quarto e livros do Loretto

No quarto do Loretto, brinquedos e livros moram juntos

3) Loretto e Arrigo têm muitos livros. E aqui entra o título desse post. Todos os anos, a USP e a Edusp organizam com mais de 100 editoras uma feira em que os livros são vendidos com, no mínimo, 50% de desconto. Eu só compro lá e compro muito. Muito quanto? Uns 30 livros só para as crianças. Guardo tudo em um lugar secreto no guarda-roupas e faço aparecer um livro por semana, mais ou menos. Neste ano, 2012, a Feira acontecerá nos dias 12, 13 e 14 de dezembro, nos prédios da mecânica, da civil e no galpão de eventos da Poli. A outra parte do título deste post é sobre a Coleção de Livros do Itaú. Pelo terceiro ano, a empresa dá prosseguimento a essa que é uma das iniciativas mais lindas que eu já vi (empresários, sigam o exemplo!): qualquer pessoa pode entrar Livros Itaú e se inscrever. Em 20 dias receberá uma coleção de três livros infantis (muito bons). Nós já temos aqui nove livrinhos bem lindos enviado por eles em 2010, 2011 e 2012 – esses últimos, na foto, acabaram de chegar. E ficamos todos tão felizes que fiz o post. Eles acreditam que transformar uma criança em leitor pode transformar o mundo. Eu também acredito!

Acho que foi mais ou menos assim que o Loretto começou a gostar de livros. Acho que está sendo mais ou menos assim que o Arrigo começa a gostar de livros também. Não me baseei em textos pedagógicos e orientações de estudiosos da mecânica infantil para fazer isso. Apenas achei que poderia fazer dessa forma e fiz. Foi fácil porque eu e o Maurício também amamos livros – e temos convicção de que os livros nos trouxeram onde estamos. Fica como sugestão. Será lindo se a geração do Loretto e do Arrigo for cheia de leitores. Vamos trabalhar nisso? Vamos trabalhar nisso!

Livros da Coleção Itaú

Esses são os três livros da Coleção Itaú 2012. Acabaram de chegar e nos deixaram bem felizes

4 Respostas to “Feira do Livro da USP 2012 e Livros do Itaú”

  1. fabiane 8 de Novembro de 2012 às 22:57 #

    Que bela iniciativa!!! aqui em casa também somos fascinados por livros. Parabéns!!!!!!

    • marcinhacarini 9 de Novembro de 2012 às 13:49 #

      Oi Fabiane! Ler é mesmo muito, muito importante! Abraços, Marcinha

  2. viviana 10 de Novembro de 2012 às 10:22 #

    Oi Marcinha, linda a forma como você e o Mauricio conduzem a leitura para os meninos. Também sou apaixonada por livros e desde quando a Bella e o Murilo eram bebês lia para eles. Acredito que o incentivo a leitura e as artes, em geral será o caminho para conseguirmos seres humanos cada vez melhores. Como educadora também aprovo esse trabalho. Adorei saber sobre a feira do livro da Usp, não conhecia!!!Obrigada pela dica.
    Bjs
    Vivi

    • marcinhacarini 10 de Novembro de 2012 às 13:44 #

      Vivi, obrigada! Também acredito que a leitura e as artes podem tornar as pessoas mais sensíveis, mais flexíveis. E, sobre a feira da USP, é um evento incrível! Você vi virar fã! Beijos, Marcinha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: