Se a mãe do Loretto fosse boliviana

2 Out

Depois da Festa da Cultura do Amorim Lima, cujo tema foi América Latina, Loretto me vem com essa… Sim, ele ficou impressionado com o Salar (imenso deserto de sal montado na escola) e, sim, ele já nutre paixão antiga pela Bolívia porque a Camila, sua dentista e também a amiga que o traz da escola todos os dias, é boliviana. Além disso, neste ano, ele se encantou com a Marjolie – colega de classe boliviana. Com tudo isso, ele resolveu ter uma mãe boliviana. E essa mãe sou eu, com chapéu e trança. E um celular com antena, meio paraguaio… De tudo, de tudo, o que me preocupou foi ele ter me desenhado com o celular (sinal de que estou usando demais o aparelho). Mas a minha versão boliviana é bem simpática – e tem, estranhamente, olhos enormes…

Uma resposta to “Se a mãe do Loretto fosse boliviana”

  1. Rosi alves 29 de Abril de 2013 às 20:02 #

    – kkkkkkkkkk….Marcinha, tá a sua cara….e com celula paraguaio….arrasô….visão total….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: