A flauta de Vik Muniz, aprendiz de maestro

13 Mar

20120313-234702.jpg
Está vendo os pontinhos pretos? São os furinhos da flauta. O vermelho é o ar, que, segundo o Loretto, sai assim quando é soprado forte. “O problema é que a gente não enxerga”. Tudo isso já seria uma viagem muito grande. Mas tem mais: o quadro se chama “Flauta de Vik Muniz”. E ainda: é uma representação do espetáculo Aprendiz de Maestro, que ele foi ver sábado e adorou. Ou seja, uma zona de referências que só a minha amiga Patrícia Patrício seria capaz de destrinchar.

De Vik Muniz, o Loretto viu duas exposições – uma no Masp e outra no Tomie Ohtake. Já faz tempo, mas ele guardou na memória. Daí, no dia da entrega do Prêmio Planeta Casa, da revista Casa Claudia, em 2011, o Vik Muniz foi homenageado (por conta de seu trabalho com sucata e catadores de lixo). Loretto não foi à festa, mas eu e Maurício, sim. E acabamos por bater papo com o Vik Muniz a noite inteira. Foi muito divertido, demos muita risada. No dia seguinte, falei ao Loretto: “Você não vai acreditar: conversamos com o Mister Maker!” (Mister Maker era o nome com que nos referíamos ao Vik Muniz em casa). Para minha surpresa, o Loretto respondeu: “Vocês encontraram o Vik Muniz e não me chamaram?!” . Agora, depois de meses sem comentar nem ver nada de Vik Muniz, Loretto me vem com essa flauta. Patrícia explica…

2 Respostas to “A flauta de Vik Muniz, aprendiz de maestro”

  1. Patrícia Patrício 14 de Março de 2012 às 12:00 #

    Marcinha, já que me chamou à baila, lá vou eu:

    os pontinhos pretos são os furinhos da flauta: perfeito, do ponto de vista acadêmico, da representação visual concreta.
    o vermelho é o ar (o som). e o som “tem cor”, porque é onda com frequência (medida em Hertz), tanto quanto as cores são ondas com suas frequências (do infravermelho ao ultravioleta).
    dizem os estudiosos que, a partir do centro do espectro musical podemos fazer a correspondência entre sons e cores.
    a nota lá, aquela tocada pelo oboísta pra dar a afinação antes de todo concerto, vibra em 440 Hz e corresponde ao verde (centro do espectro luminoso). o vermelho escolhido pelo Loretto corresponde, adivinha? ao Sol!
    pra mergulhar nessa viagem, achei isso aqui no São Google:
    http://rlandell.tripod.com/refleland.html

    o mais curioso de tudo é que Loretto representou os furinhos da flauta e seu som, mas não a flauta propriamente dita. isso, achei genial.

  2. Mauricio 15 de Março de 2012 às 10:31 #

    Sensacional essas referências, comentários e lembranças do Loretto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: